maternidade

Corrimento na gravidez: Saiba quando isso pode ser um problema

A gravidez é um período muito delicado e que acontecem várias mudanças no corpo da mulher. Muitas coisas acontecem pela primeira vez, nem toda grávida tem os mesmos sintomas, a mesma mulher pode ter sintomas diferentes a cada gravidez, a mulher fica mais sensível emocionalmente, vários medicamentos são contra-indicados ou podem fazer mal (principalmente no primeiro trimestre), e por isso, tudo que acontece (como um corrimento na gravidez, por exemplo), é motivo de preocupação.

No artigo de hoje vamos falar sobre o corrimento na gravidez, para que você entenda um pouco mais sobre o que pode ou não acontecer durante a gravidez, se é normal, se é perigoso, o que pode ser e como tratar esse problema, mas é importante que você saiba que esse artigo é apenas informativo e não substitui a consulta com o seu médico de confiança.

Corrimento na gravidez é normal?

O corrimento vaginal é normal durante toda a vida da mulher, mas existem tipos de corrimentos diferentes, e situações em que ele é ou não normal. Na verdade, para explicar melhor, vamos dizer que é comum ter corrimento na gravidez mas que nem sempre é normal. Vamos explicar a diferença e o motivo:

Comum é o que acontece com freqüência, ou a todas as pessoas de um grupo ou situação. Exemplo: é comum que a barriga cresça na gravidez. Normal é quando alguma coisa não é fora do esperado, mas não oferece riscos. Exemplo: É normal ter enjoos na gravidez.

O enjoo pode ser sintoma de alguns problemas e doenças, mas na gravidez ele é um sintoma comum e normal, ou seja, acontece com a maioria das grávidas e não é motivo para preocupações.

Explicada essa diferença, precisamos dizer que o corrimento na gravidez é comum, e que, dependendo do tipo de corrimento, ele pode ser normal ou não. O corrimento que tem aspecto leitoso ou aquoso, de cor clara e que praticamente não tem cheiro é normal. Se o corrimento tiver a cor mais amarelada, esverdeada ou marrom (tipo borra de café), tiver cheiro forte ou desagradável, vier com coceira, ardência ou dor ou tiver a aparência grossa demais ou talhada, não é normal e você deve procurar um médico para verificar a causa e o melhor tratamento.

É perigoso ter corrimento na gravidez?

Como falamos anteriormente, é perigoso ter corrimento na gravidez se esse corrimento for “anormal”, ou seja, se ele tiver a cor mais amarelada, esverdeada, acinzentada ou marrom (tipo borra de café ou sangue da menstruação), tiver cheiro forte ou desagradável, vier com coceira, ardência ou dor ou tiver a aparência grossa demais ou talhada, porque esses tipos de corrimento podem prejudicar o bebê (causando alguma infecção ou fazendo o bebê nascer abaixo do peso) e causar um parto prematuro, entre outros problemas, como vamos mostrar a seguir, além de contar qual o tipo de corrimento mais perigoso na gravidez.

O que pode ser?

O corrimento normal é causado por micro-organismos que povoam a flora vaginal, e são causados pelo aumento da circulação sanguínea local e das alterações hormonais típicas da gravidez, mas os corrimentos com os aspectos diferentes que falamos anteriormente (cor e cheiro) podem ser sintomas de algumas doenças e problemas como Tricomoníase, Vaginose bacteriana, Gonorreia ou Candidíase e até mesmo algum sangramento, e precisam ser diagnosticadas e tratadas o quanto antes, para não prejudicar a grávida e o bebê.

Corrimento marrom na gravidez

De todos os tipos de corrimento, o mais perigoso durante a gravidez é o corrimento marrom (parecido com o sangue da menstruação ou com borra de café), principalmente se acontecer no primeiro trimestre, que pode significar a perda do endométrio, onde o bebê está fixado, um deslocamento da placenta, infecções ou uma baixa hormonal.

Os riscos do corrimento marrom na gravidez podem ser diferentes, dependendo da intensidade, do período da gravidez e se existem fluxos ou pedaços, e por isso, assim que você notar esse tipo de corrimento, deve procurar o seu médico para buscar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Como tratar o corrimento na gravidez?

Assim que você notar a presença de corrimento na gravidez, você deve observar a cor e o cheiro e procurar o seu médico para que ele informe o melhor tratamento, que pode ser feito com o uso de medicamentos via oral (mesmo no primeiro trimestre, dependendo do caso) ou em forma de pomada.

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *