Relacionamento

Amor platônico: O que é? Como identificar? Veja dicas sobre o assunto!

Muitas pessoas consideram que o amor platônico é uma coisa que acontece apenas na adolescência, mas a verdade é que esse tipo de sentimento é mais comum do que se imagina, e pode acontecer com homens e mulheres de todas as idades.

Apesar desse termo ser usado desde o século XV, o amor platônico ainda é um mistério para muita gente, e por isso vamos falar tudo que você precisa saber sobre esse sentimento, desde a sua definição até como saber se você está vivendo um amor platônico, como se livrar desse sentimento e se existe um tratamento para isso. Veja a seguir.

O que é um amor platônico?

Popularmente o amor platônico é conhecido como um amor impossível ou não correspondido, onde apenas uma das pessoas está envolvida emocionalmente. Também pode se referir à duas pessoas que se gostam mas não se envolvem por medo de se machucarem, como acontece normalmente nas relações à distância ou quando há algum tipo de impedimento (social, financeiro, cultural, ou outros).

O nome amor platônico vem do termo “platonicus”, que se refere à uma teoria do filósofo Platão que fala do mundo das ideias, onde tudo era perfeito enquanto no mundo real tudo era uma cópia imperfeita desse mundo das ideias. Portanto, amor platônico, ou qualquer coisa platônica, se refere a algo que seja perfeito, mas que não existe no mundo real, apenas no mundo das ideias.

Dessa forma, podemos dizer que o amor platônico é quando existe um sentimento mas não se aproxima, não toca a pessoa amada, não se envolve. É um amor feito de fantasias e de idealização, e que não se torna real por medo de se decepcionar, da realidade ser diferente da idealização.

Como saber se eu estou vivendo um?

Uma das características do amor platônico é quando a pessoa amada parece não ter defeitos, ou seja, parece perfeito, como na teoria do mundo das idéias do filósofo Platão. Então, se você não consegue enxergar ou identificar defeitos na pessoa amada, é um primeiro sinal de que você pode estar vivendo um amor platônico.

Também é um amor platônico se a outra pessoa não te conhece, não sabe dos seus sentimentos ou não tem o mesmo interesse ou sentimento por você.

Amor platônico

Tem tratamento?

Depende. O amor platônico só tem tratamento se for considerado uma doença crônica chamada de erotomania, que é quando a pessoa acredita que é correspondido secretamente pela pessoa que ama, mas que esse amor é impossível por algum motivo maior. Esses casos acontecem normalmente quando a pessoa se apaixona por um famoso que nem ao menos a conhece.

Nesse caso, é considerado um delírio, que é um transtorno mental, e deve ser tratado tanto com psicoterapia quanto com medicamentos.

Para os outros casos de amor platônico (esses que a gente citou anteriormente), o melhor é seguir a “Teoria do Desapaixonamento”, que promete desconstruir a imagem idealizada do ser amado no consultório do terapeuta, ou com as dicas que daremos a seguir.

Como me livrar de um amor platônico?

Não existe dúvida de que amar é uma delícia, mas ainda melhor que amar é estar em uma relação onde se é correspondido, e por isso, vamos ensinar como se livrar de um amor platônico e parar de sofrer (ou evitar possíveis sofrimentos):

  • Tente enxergar os defeitos da pessoa amada, para que ela deixe de ser “perfeita” na sua cabeça, e essa relação deixe de ser idealizada.
  • Como as mulheres inseguras são mais propensas a viverem um amor platônico, uma dica importante é tentar enxergar as suas qualidades, para que você se veja merecedora de ser amada, de encontrar alguém que queira ficar com você.
  • Ocupe o seu tempo com relações “reais”, mesmo que não sejam românticas. Saia com os seus amigos e tente conhecer novas pessoas.
  • Fale com a pessoa amada sobre os seus sentimentos, para saber se existe a possibilidade de ela sentir o mesmo por você ou se o melhor a fazer é esquecê-la.

Como evitar um amor platônico?

Como falamos, o amor platônico acontece, na maioria das vezes, porque quem ama não se aproxima da pessoa amada, seja por insegurança, medo de ser rejeitado ou medo de que a idealização daquela pessoa ou daquele relacionamento seja diferente na vida real, então, uma boa forma de evitar um amor platônico é enfrentar esses medos e essa insegurança e falar sobre o seu sentimento com a pessoa amada, para que ele se torne uma relação real ou para que você tente esquecê-la (caso seja mesmo um amor impossível, qualquer que seja o motivo).

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votes, average: 4,20 out of 5)
Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *