Relacionamento

Ciúmes doentio: Quando o ciúmes deixa de ser saudável? Saiba mais!

Ciúmes doentio: Quando o ciúmes deixa de ser saudável? Saiba mais!

Sentir ciúmes de vez em quando, é um sentimento muito comum e claro, um ciúmes saudável não tem motivos para ser ruim.  Contudo, quando esse sentimento se torna algo anormal e possessivo, como por exemplo, o ciúmes doentio, em nenhuma hipótese é saudável para o relacionamento. Na verdade qualquer tipo de ciúmes,  que passa a tirar a liberdade e o bem estar do outro, não é legal

Nesse artigo vamos te ajudar a entender melhor como funciona esse sentimento e os sinais de que o ciúmes chegou a um ponto em que você deve começar a se preocupar.

Como identificar o ciúmes doentio?

Algumas pessoas acham que quando se gosta de alguém, o ciúme é um sentimento que deve estar presente no relacionamento, porém isso não uma verdade absoluta. Você pode se preocupar e querer cuidar da pessoa  amada.  Mas, se esse sentimento passa a limitar a liberdade do outro, ele é doentio e não deve ser levado como brincadeira.

Confira abaixo os 5 principais sinais de que você deve começar se preocupar com o nível de ciúmes do seu parceiro (a):

1 – Estar sempre preocupado quando você está na companhia de alguém. O individuo que apresenta quadro de ciúmes doentio vai querer te isolar do restante das pessoas, e isso inclui redes sociais, seus amigos e até familiares.

2 – Desconfia e sempre espera o pior de você. A pessoa está sempre com o pé atrás, faz perguntas invasivas ou sem sentido, pede pra olhar o seu celular, dentre outras coisas, apenas com o intuito de vigiar e controlar. Fique atenta, isso não é cuidado ou carinho!

3 – Desaprovar as suas preferências. A pessoa muito ciumenta vai ter ciúme até das suas preferências, por exemplo, se você gosta de ler, ele irá começar a fazer piadas de pessoas que leem muito. Na cabeça do ciumento doentio, tudo soa como ameaça ao seu controle e exclusividade.

4 – Tentar controlar sua vida. Por achar que você é propriedade dele, o ciumento irá começar a decidir a sua vida por você, como: lugares que frequenta, roupas que veste, gostos e tudo mais! Ele irá tentar lhe transformar em um porto seguro da sua própria insegurança.

5 – Estar sempre por perto. Você começa a se sentir sufocada no relacionamento, toda oportunidade do outro estar junto de você será aproveitada por ele, não por querer estar junto, mas para vigiar e controlar.

Como controlar?

Controlar os ciúmes é tarefa difícil, geralmente esse sentimento vem de questões psicológicas e experiências passadas que poder ter sido traumáticas para a pessoa. É preciso fazer uma reflexão racional das suas atitudes ou das atitudes do outro. É importante também, se perguntar até que ponto esse sentimento é construtivo.

Essa reflexão tem que partir da pessoa que sente o ciúmes doentio, você pode até dar dicas e mostrar ao seu parceiro que aquela atitude não é saudável, porém somente ele pode mudar esse comportamento, que por vezes chega a ser patológico. Dessa forma, é necessário que o seu parceiro procure uma ajuda com psicólogos ou psiquiatras.


QUER SABER SE ESTÁ EM UM RELACIONAMENTO ABUSIVO? CLIQUE AQUI!


Ciumes doentio tem tratamento?

Como dito anteriormente, o ciúmes pode chegar a níveis patológicos, e nesses casos, a procura de ajuda médica pode ajudar bastante. Por ser uma questão de ordem psicológica, a procura de uma terapia que lhe ajude a entender esse sentimento é um bom começo.

Nos casos mais graves, onde o ciúme é realmente doentio, a procura de um profissional psiquiatra pode ser bastante válida. Esse profissional é habilitado a prescrever medicamentos e terapias que podem diminuir a ansiedade e descontrole.

O que fazer?

Lidar com o ciúme não é tarefa fácil, para ambas as partes. No final das contas, esse sentimento serve pra desgastar a relação e os envolvidos: a pessoa que sente ciúmes, por perceber que não tem controle sobre ele, além da pessoa que sofre o ciúmes, que se sente acuado, com medo e também, sem controle da situação.

A primeira atitude a ser tomada é a de ter uma conversa franca, sentar os dois e mostrar os pontos do relacionamento que não estão legais devido à esse sentimento. É preciso ouvir o outro e tentar de forma lógica entender os motivos dos comportamentos que estão incomodando.

Havendo a percepção de que o ciúme não está em um nível saudável e que a mudança de comportamento é necessária, o casal pode trabalhar isso junto, por meio de terapias e conversas. Caso o ciumento esteja irredutível quanto aos seus atos, não há muitas chances desse relacionamento durar de maneira propositiva.

Nesse caso, o melhor é se afastar e procurar seguir sua vida sozinha ou com outra pessoa, pessoas patologicamente ciumentas tendem a se tornar perigosas. É preciso ficar atenta para não se deixar levar em um relacionamento abusivo. Sua vida, suas regras, e isso deve ser respeitado!

Se você tem dúvidas ainda de como saber se o seu parceiro é um ciumento doentio, ou se livrou de um relacionamento assim, nos deixe um comentário!

0 Compart.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...

2 Comments

  1. Mauriceia

    Eu tive um relacionamento assim e ainda estou me recuperando. Precisei fugir de casa, literalmente, não aguentava mais. Ele tinha ciúmes de tudo, dos animais de casa, dos amigos, da televisão, dos livros, cismava que eu olhava para os homens na rua, escolhia minhas roupas e só podia sair com as roupas que ele me dava se estivesse com ele. Questionava por que eu fazia maquiagem só p sair… nossa, coisas surreais… é muito sofrimento para ambos…eu perdi o desejo por ele por causa de tantas discussões sem motivo , ai o relacionamento só foi acabando, até chegar ao ponto de agressão física…agora ele pede perdão, está se tratando e diz que vai se curar, mas eu fiquei com muitos traumas, não sei se consigo mais …acho isso não tem cura.

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *