Relacionamento

Namorado possessivo: Como identificar? Como lidar? Saiba TUDO!

Namorado possessivo: Como identificar? Como lidar? Saiba TUDO!

A posse é um sentimento que temos e devemos ter apenas por objetos e bens. Se você compra alguma coisa e aquilo é seu e te faz feliz, você vai querer cuidar, manejar e estar próximo daquele bem, isso é normal. O que não é NADA normal é levar esse comportamento para o relacionamento e dessa forma, tratar a parceira como sua propriedade. Ter um namorado possessivo pode colocar em risco até mesmo sua integridade física, além de ser perigoso.

Descubra nesse artigo o que fazer se você está em um relacionamento assim.

Como saber se meu namorado é possessivo?

Existem sinais que você deve ficar atenta para identificar se o seu namorado possui certos comportamentos possessivos. Abaixo vamos listar 5 comportamentos que são típicos de homens que tratam suas parceiras como propriedade. Você deve ficar esperta e tomar cuidado!

1 – Acompanhar seus passos. Quando estamos apaixonados é normal trocarmos mensagens para saber onde o outro está e o que está fazendo, porém quando um namorado possessivo leva esse comportamento  à níveis mais elevados, ele vai estar te acompanhando e controlando até mesmo em momentos em que você queira estar sozinha. Além de muitas vozes, literalmente,  seguir onde você for.

2 – Ter ciúmes doentio – O homem quando trata a sua parceira como propriedade, vai ter ciúmes de todos que tentam se aproximar dela. Fique atenta! Um namorado possessivo vai tentar fazer com que seu circulo de amizades e família sejam concentrados apenas nele e nos interesses próprios do mesmo.

3 – Tentar te manipular. Pessoas desse tipo possuem experiência em fazer jogos emocionais e a manipular. Dessa forma, faz você acreditar que as decisões dele que são as melhores para sua vida, como um todo. Nunca acredite nisso! São grande sinais de um relacionamento abusivo.

4 – Justificar as atitudes de controle dizendo que é amor. Mesmo que ele justifique que faz isso ou aquilo simplesmente pelo fato de te amar, de querer e zelar pelo o seu bem, entenda: isso não é amor, é sim, controle! Você é quem deve manter as rédeas da sua vida e saber o que é melhor pra você.

5 – Não respeitar a sua privacidade. O namorado possessivo realmente acredita que você é dele, e partindo desse fato, você não deve ter privacidade. Com isso, ele se sente no direito de te interromper ou invadir o seu espaço em qualquer situação, até mesmo na hora de ir ao banheiro ( momento bem íntimo da pessoa).

Tem tratamento?

Por se tratar de uma situação que envolve questões de cunho psicológico e de personalidade, o tratamento nesses casos deve partir de uma vontade pessoal, além do pressuposto de que a pessoa entenda que aquele comportamento não é  NADA saudável.

Nesses casos a procura de uma terapia de casal, ou até mesmo uma conversa franca e objetiva pode ser bastante benéfico para a relação. Caso não seja o caso, se afaste! Pessoas possessivas tendem a desenvolver comportamentos agressivos e isso pode ser bastante perigoso. Se por algum momento você se sentir ameaçada, não hesite em procurar a delegacia da mulher!

Um relacionamento é mantido para você se sentir bem, amada, cuidada e não controlada e manipulada pelo parceiro abusivo. Não há situação que justifique manter uma relação desse tipo.

O que fazer?

Se você percebe comportamentos possessivos no seu namorado e acha que há a possibilidade de reverter essa situação, existem algumas dicas que vão lhe ajudar a esclarecer e resolver essa questão junto a ele.

Vale à tentativa, porém não persista demais em querer que o outro mude. Em caso de não haver mudança apenas saia dessa situação e vá em busca de alguém que te faça feliz.

Confira o que fazer:

A princípio você deverá restabelecer, se estiver perdida, a sua autoconfiança e amor próprio. Colocando você como dona das suas vontades e a melhor pessoa para cuidar de si mesma.

Converse de maneira tranquila e em um momento em que os dois estejam relaxados, a respeito das coisas que lhe incomodam. Tente mostrar a falta de lógica em certos comportamentos dele e como isso lhe afeta.

Dê exemplo de situações em que você se sentiu manipulada ou tratada como um ser sem vontades. Demonstrando como isso é errado e sem lógica em um relacionamento.

Caso ele concorde com seus argumentos e resolva mudar, ajude-o mostrando os comportamentos que você identifica como abusivos logo que eles ocorram. Juntos e com boa vontade é possível reverter esse quadro.

No final das contas, caso perceba que não haverá mudanças, é recomendável que você considere dar um fim a esse relacionamento. É importante lembrar que, abuso e violência não podem ser confundidos com amor e, claro, nesses casos, se afastar é a melhor opção e solução.


DÚVIDAS DE COMO SAIR DE UM RELACIONAMENTO ABUSIVO? CLIQUE AQUI!


 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *