Relacionamento

Relacionamento aberto dá certo? Como deve ser um relacionamento desse tipo?

Muitas pessoas estão “cheias de amor para dar” e por essa razão costumam procurar mais de um parceiro para se manter satisfeita ou satisfeito, geralmente essa é a personalidade de quem busca um relacionamento aberto e não tem medo de assumir essa opção.

Para entrar de cabeça em um relacionamento aberto, sem correr o risco de se magoar, é necessário que ambos estejam em perfeita sintonia, assim, as duas partes acabarão caminhando na mesma direção, isso é essencial para que o resultado seja vantajoso para todos.

Significado do relacionamento aberto

Antes de saber se esse é o tipo de relação adequada para o momento que você está vivendo é necessário ter em mente o significado do relacionamento aberto. Trata-se de um relacionamento onde as duas partes estão “abertas” (como o nome já sugere) a se envolverem com outras pessoas, sem que isso seja encarado como traição.

As pessoas que estão envolvidas em um relacionamento aberto não são exclusivas dos seus parceiros, ou seja, vai contra a monogamia dos relacionamentos, atitude mais comum entre os casais. Há casais que encaram o relacionamento aberto como uma verdadeira filosofia de vida, uma espécie de amor livre moderno, de uma maneira mais clara, pessoas que optam por se relacionar dessa maneira acabam assumindo um relacionamento sério, porém, caso se sintam atraídas por outras pessoas, não há nada que as impeçam.

Mas atenção, existem algumas regras que devem ser observadas e seguidas pelos casais para que o relacionamento aberto realmente funcione, sendo que podem até variar de acordo com a situação, todavia elas existem para que ambos possam se proteger de alguma maneira.

Regras do relacionamento aberto

Como mencionado acima, até mesmo nos relacionamentos conhecidos como abertos é necessário seguir algumas regras, as principais são:

  • Não haver segredos: Como o parceiro ou parceira sabe que você terá relações extras, omitir uma dessas relações acaba sendo algo errado para alguns casais, afinal, manter a confiança é essencial.
  • Procurar um relacionamento estável: Antes de buscar outros parceiros é necessário que o relacionamento do casal seja muito estável, é muito importante solidificar essas relações para que a experiência não acabe sendo desastrosa.
  • Atenção extra à saúde: Ao manter um relacionamento físico com mais parceiros é muito importante ter cuidados extras com a saúde, ou seja, o uso de preservativos é obrigatório sempre.
  • Mantenha uma programação: É sempre importante manter o outro informado sobre os seus compromissos e quando você estará livre para marcar algo a dois com o seu parceiro principal, isso faz com que não haja desavenças.
  • Regras básicas: Estipule regras extras para o seu relacionamento, esses limites precisam ser estabelecidos de acordo com as necessidades de cada pessoa.

Como funciona um relacionamento aberto

O relacionamento aberto funciona basicamente como uma espécie de fuga dos padrões vigentes da sociedade, a verdade é que muitas vezes a pessoa tem o desejo de se relacionar com outros parceiros, mas nem por isso gostariam de ficar sozinhos, e se ambos concordarem que essa é a solução para manter um relacionamento duradouro, o relacionamento aberto poderá ser muito enriquecedor.

Veja também um vídeo sobre o assunto:

Porém, algo muito importante para quem deseja aderir a um relacionamento aberto é ter sempre confiança no parceiro ou parceira, além de uma base solidificada que fará com que ambos se sintam seguros em adotar esse tipo de relação no seu dia a dia. Um erro muito comum é quando essa vontade é uma iniciativa apenas de uma das partes envolvidas, isso faz com que realmente ao invés de ser uma solução, o relacionamento aberto seja um problema.

Para quem optar por manter um relacionamento aberto com o parceiro ou parceria precisa entender que ao contrário da maioria dos casamentos e namoros não existe “exclusividade”, e a pessoa é livre para ter relações íntimas com outras pessoas, sem que isso seja um problema de confiança. Ao se interessar por alguém, o namorado ou a namorada tem total liberdade para ter um caso bem as claras, ou seja, não é considerado traição visto que a outra pessoa envolvida tem conhecimento do que está acontecendo.

Essa opção é muito comum entre aquelas pessoas que por algum motivo acabaram se envolvendo em relacionamentos considerados sufocantes, onde os parceiros, na maioria das vezes, acabavam controlando todos os passos, fazendo com que a pessoa se tornasse quase uma refém.  

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *