Sexo

Fetiche: Conheça os principais tipos, e os mais inusitados!

Fetiche: Conheça os principais tipos, e os mais inusitados!

No artigo de hoje vamos falar de fetiche, que é algo que a maioria das pessoas tem em algum grau diferente, e que é responsável por dar prazer sexual, e pode causar estranhamento ou vergonha, especialmente se não for um tipo muito comum.

Ter fantasias sexuais e fetiche é normal, mas o fetichismo também pode ser considerado uma patologia, como vamos falar no artigo de hoje.

Também vamos falar do significado e dos tipos de fetiche, mostrar a diferença entre fetiche e fantasia sexual e muito mais. Confira!

O que é um fetiche?

Fetiche é o interesse sexual por uma parte específica do corpo do parceiro, por alguma atividade específica, por lugares e cenários ou por algum objeto.

Na psicologia o fetiche é considerado uma parafilia, ou seja, um comportamento sexual que o prazer está relacionado em alguma coisa que não seja o ato sexual em si.

Tipos de fetiche

O tipo de fetiche mais comum recebe o nome de podolatria, e representa as pessoas que tem adoração por pés.

Existem tipos de fetiche mais comuns entre homens e entre mulheres. Veja:

  • Tipos masculinos: O ménage é disparado o fetiche mais comum entre os homens (e pode ser com tipos de pessoas específicas, como negros, ocidentais, loiras, homens musculosos, homens com pênis muito grandes, etc.), e o bukkake, que é o ato de gozar no rosto de uma mulher junto com outros homens, durante o sexo em grupo ou no ménage.
  • Tipos femininos: Entre as mulheres, os fetiches mais comuns incluem ser algemadas (bondage) ou vendadas, transar com homens usando uniformes ou fardas, apanhar e ser xingada durante o ato sexual, e transar com outras mulheres.

Diferença entre fantasia sexual e fetiche

fetiche

Como o próprio nome já sugere, a fantasia sexual é algo que vem é fantasiado, e nem sempre é colocado em prática. Você pode ter a fantasia de transar com dois homens ao mesmo tempo, e ter prazer sexual quando transa com um homem só.

Já o fetiche é considerado algo específico que seja a fonte de prazer para alguém, o que evita que outras práticas sejam prazerosas.

❱❱ Leia também: Lap Dance!

É normal?

É normal as pessoas terem um fetiche, fantasias sexuais e preferências sexuais sim, e é importante saber diferenciar o fetiche normal do patológico.

Se você ou o seu parceiro querem experimentar alguma coisa diferente vez ou outra para apimentar a relação ou sair da rotina, não tem porque se preocupar ou achar que se trata de uma perversão.

O fetiche patológico é identificado quando essa é a única forma de ter prazer sexual, excluindo todas as outras práticas (até mesmo a penetração) ou a outra pessoa que está presente no ato sexual, que se torna apenas coadjuvante no ato.

Os principais fetiches e seus significados

fetiche

Os fetiches recebem nomes específicos de acordo com o objeto de desejo ou a forma como são praticados. Veja os principais fetiches e significados:

  • Podolatria: adoração por pés
  • Altocalcifilia: adoração a sapatos de salto alto (ver outras pessoas usando ou sentir prazer em usar)
  • Agorafilia: prazer em transar em locais públicos ou ao ar livre
  • Trampling: prazer em ser pisado pelo parceiro, podendo ser com ou sem sapato.

Os mais inusitados

Fizemos uma lista dos fetiches mais inusitados, mas isso não significa, de forma nenhuma, que seja errado ou ruim ter algum deles. Vale dizer que as pessoas são diferentes e sentem prazer de formas diferentes, e essa lista foi criada com base na opinião de várias pessoas:

  • Necrofilia: atração sexual por cadáveres
  • Salirofilia: tesão pela saliva ou suor, ou seja, pelos cheiros e fluidos corporais
  • Menofilia: tesão por mulheres menstruadas
  • Psicrofilia: tesão por tocar ou ser tocado por objetos muito gelados ou por ambientes de temperatura muito baixa
  • Anadentisfilia: atração por pessoas sem dentes
  • Pirofilia: tesão por ver o fogo, ser queimado ou queimar pessoas ou objetos

Fetiche no sadomasoquismo

fetiche

O sadomasoquismo é o nome dado à prática sexual relacionada à dor, sendo o sadismo a tendência a causar dor e sofrimento à outras pessoas durante o sexo, e o masoquismo a tendência a sentir prazer quando alguém lhe causa dor ou sofrimento.

Essa dor e sofrimento pode ser física ou moral, e geralmente uma pessoa que tem se identifica com o sadismo busca se relacionar com pessoas que se identificam com o conceito de masoquismo, para que ambas tenham prazer durante a prática.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *